Formação Profissional

Encontre aqui a informação relacionada com a nossa oferta formativa


Entidade Formadora:

Sindicato dos Fogueiros, Energia e Indústrias Transformadoras - SIFOMATE

O SIFOMATE é uma entidade Formadora acreditada pela DGERT.


Metodologia:

O modelo pedagógico que desenvolvemos tem um carácter teórico e prático, visando a preparação para a atividade profissional do formando.

A exposição das temáticas é acompanhada de visitas de estudo, procurando simular casos concretos no contexto de trabalho.


Constituição das turmas de formação:

A constituição das turmas é da responsabilidade do Sifomate.

As inscrições far-se-ão pela ordem de entrada nos serviços do Sifomate


Instalações e Equipamentos:

Será disponibilizada:

  • uma sala adequada para a realização das ações de formação
  • quadro de porcelana
  • retroprojetor
  • peças didáticas
  • projetor de slides
  • televisão e vídeo
  • sem prejuízo de outro equipamento que o formador venha a considerar necessário

Documentação de apoio aos formandos:

Será entregue no início das ações documentação adequada às matérias lecionadas.

A documentação apresenta-se como um efetivo apoio ao formando, quer durante a fase de formação, quer após esta fase, como apoio de consulta.

Durante as ações pode ainda ser distribuída informação complementar, que o formador considere pertinente.


Afectação de Recursos Humanos:

Para as ações de formação consideradas, o Sifomate destacará do seu quadro de formadores, um ou mais elementos cujas competências técnico-pedagógicas sejam adequadas ao programa de formação.


Avaliação dos Formandos:

A avaliação dos formandos é contínua e prevê a realização de testes escritos com atribuição de nota qualitativa ou quantitativa.


Certificados de frequência:

No final da ação de formação será entregue a cada participante o respetivo Certificado.

Deste certificado constará a indicação do curso e a descrição do conteúdo programático, identificação do participante, data de realização, duração e nota final.


Garantia de sigilo:

O Sifomate compromete-se à manutenção do sigilo de toda e qualquer informação a que porventura tenha acesso, quer por forma escrita, verbal ou outra para efeitos da prestação dos serviços de formação.


Garantia de execução e de qualidade:

O Sifomate garante a total execução da Formação nas condições apresentadas.

Este cuidado contínuo com a qualidade de cada processo inerente à ação de formação é ainda reforçado com a garantia de repetição de qualquer ação de formação sem qualquer encargo adicional para o cliente sempre que se reporte a uma ação deficiente, por culpa imputável ao Sifomate ao nível da aprendizagem.


Encargos com a formação:

O valor da formação inclui:

  • Monitoria das ações de formação
  • Avaliação das ações de formação
  • Material de apoio à formação
  • Manual do curso
  • Pasta c/ bloco de apontamentos
  • Certificados de frequência e avaliação

Curso de Formação de Operador de Centrais de Produção de Vapor (Fogueiros)


OBJECTIVOS:

  • Aperfeiçoamento Profissional de Fogueiros
  • Dotar os Ajudantes de conhecimentos para o exercício da Profissão
  • Preparação para o exame de Fogueiro com vista à obtenção da carteira Profissional prevista no Decreto 46 989 de 30 de Abril de 1966 (quando aplicável)
DESTINATÁRIOS:

  • Jovens e adultos à procura de 1º emprego, desempregados de curta ou longa duração
  • Activos empregados
  • Não é condição ter experiência Profissional
HABILITAÇÕES LITERÁRIAS:

Escolaridade obrigatória (determina-se em função da data de nascimento, nos seguintes termos):
Data de nascimento Escolaridade obrigatória
Até 31/12/1966 4 anos de escolaridade
Entre 1/1/1967 e 31/12/1980 6 anos de escolaridade
Entre 1/1/1981 e 31/12/1994 9 anos de escolaridade
A partir de 31/12/1994 12 anos de escolaridade
DURAÇÃO: (em horas):
TEÓRICA PRÁTICA TOTAL
Geral Técnica Simulada P Trabalho
60
  43 15 2
LOCAIS:

  • Barcelos
  • Famalicão
  • Santo Tirso
  • Porto

  • Aveiro
  • Coimbra
  • Viseu
  • Leiria

  • Portalegre
  • Santarém
  • Torres Novas
  • Torres Vedras

  • Lisboa
  • Setúbal
  • Sines
  • Portimão

  • Madeira
  • Açores
HORÁRIOS:

  • Sábados: 09.00h / 13.00h - 14.30h / 18.30h
INSCRIÇÃO:

  • Sócios: 500,00€ (IVA regime de isenção)

    No caso de Factura/Recibo em nome da empresa acresce IVA à taxa legal em vigor

  • Não sócios: 650,00€ + IVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:


1.1 Correspondência entre medidas do sistema métrico decimal e do sistema de medidas inglesas

1.2 Execução de medidas diretas pelo sistema decimal

1.3 Utilização do metro, fita métrica, paquímetro e parafuso micrométrico

1.4 Noções elementares de eixos coordenados e a sua aplicação

1.5 Execução de cálculos de áreas do círculo, quadrado, retângulo, triângulo e polígonos regulares

1.6 Execução do cálculo dos volumes do prisma, do cilindro, do cone e da esfera

2.1 Noção dos estados da matéria, da força, do peso e peso específico

2.2 Pressão e unidade de pressão (kg/cm2, milímetros de coluna de mercúrio e coluna de água)

2.3 Sistemas de alavanca e suas aplicações

3.1 Ideia sumária de corrente elétrica e suas aplicações

3.2 Tensão e intensidade de corrente

3.3 Resistência e Lei de Ohm

3.4 Potência em cavalos vapor (C.V.) e quilowatt (KW)

3.5 Corrente alterna e corrente contínua

3.6 Corrente monofásica e corrente trifásica

3.7 Número de rotações e frequência

3.8 Transformadores de tensão

3.9 Proteção de motores

3.10 Leitura das placas dos motores

3.11 Utilização da lâmpada de mão (gambiarra)

4.1 Corrosões, erosões e incrustações

4.2 Análise imediata e elementar dos combustíveis

4.3 Enxofre nos combustíveis

4.4 Noção de combustão e análise dos gases resultantes da combustão

4.5 Recolha de água da caldeira p/ análise e análise prévia da água disponível

5.1 Introdução

5.2 Início da combustão

5.3 Chamas com pré-mistura e de difusão

5.4 Deflagração e detonação

5.5 Poder calorífico de um combustível

5.6 Oxigénio e azoto no ar

5.7 Combustão teórica

5.8 Combustão real

5.9 Análise da combustão

6.1 Introdução

6.2 Requisitos básicos de uma combustão industrial

6.3 Diferentes modelos de queimadores

6.4 Queimadores de carvão pulverizado

6.5 Dispositivos acessórios para queimadores

7.1 Introdução

7.2 Classificação das caldeiras

7.3 Características que definem uma caldeira

7.4 Regras técnicas aplicáveis a equipamentos (ESP) da mesma família

7.5 Caldeira Nova (preparação para entrada em serviço)

7.6 Preparação para o acendimento

7.7 Cuidados de conservação

7.8 Livros de instruções

8.1 Isolamento das tubagens

8.2 Utilização do vapor

8.3 Purgadores

8.4 Recuperação de condensados

8.5 Revaporização (vapor flash)

9.1 A Circulação da água

9.2 Outros elementos

9.3 Definições

9.4 Permuta iónica

9.5 Depósitos

9.6 Corrosão

9.7 Contaminação do vapor

9.8 Desgasificação mecânica

9.9 Desoxigenação química

9.10 Programa fosfato residual

9.11 Programa fosfato coordenado

9.12 Dióxido de carbono

9.13 Oxigénio

9.14 Amoníaco

10.1 Recipientes sob pressão

10.2 Regulamento da profissão de fogueiro

11.1 Prevenção de Acidentes

11.2 Segurança de Pessoas e Bens

12.1 A qualidade em relação à caldeira

12.2 Principais normas


Curso de Formação de Operadores de Centrais de Cogeração


OBJECTIVOS:

  • Formação de Operadores de Centrais de Cogeração

DESTINATÁRIOS:

  • Jovens e adultos à procura de 1º emprego, desempregados de curta ou longa duração
  • Activos empregados
  • Não é condição ter experiência Profissional
HABILITAÇÕES LITERÁRIAS:

Escolaridade obrigatória (determina-se em função da data de nascimento, nos seguintes termos):

Data de nascimento Escolaridade obrigatória
Até 31/12/1966 4 anos de escolaridade
Entre 1/1/1967 e 31/12/1980 6 anos de escolaridade
Entre 1/1/1981 e 31/12/1994 9 anos de escolaridade
A partir de 31/12/1994 12 anos de escolaridade
DURAÇÃO: (em horas):
TEÓRICA PRÁTICA TOTAL
Geral Técnica Simulada P Trabalho
180
  80 50 50

INÍCIO:
     A definir

LOCAIS:
     A definir

INSCRIÇÃO:

  • Sócios: 900,00€ (IVA regime de isenção)

    No caso de Factura/Recibo em nome da empresa acresce IVA à taxa legal em vigor

  • Não sócios: 1.200,00€ + IVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

4.1 - Ciclo diesel (motores a diesel e outros)

4.2 - Ciclo otto (motores a gás)

4.3 - Ciclo brayton (turbinas)

6.1 - Órgãos fixos

6.2 - Órgãos móveis

6.3 - Sistemas de injecção

6.4 - Tanques de serviço de combustível

6.5 - Bombas de injeção

6.6 - Princípios de operação

6.7 - Débito de combustível

6.8 - Injectores

6.9 - Válvulas modelantes (válvulas reguladoras de pressão temporizadas)

6.10 - Reguladores de velocidade

6.11 - Sistemas de lubrificação

6.12 - Sistemas de arrefecimento ou refrigeração

6.13 - Sistemas de arranque

6.14 - Aviamento (tarefas a realizar antes de por o motor em marcha)

7.1 - Circuito de combustível

7.2 - Equipamento do circuito "centrifugadoras"

7.3 - Pressões e temperaturas de funcionamento

8.1 - Circuito de óleo de lubrificação e pré-lubrificação

8.2 - Equipamento do circuito "centrifugadoras"

8.3 - Pressões e temperaturas de funcionamento

9.1 - Circuito de água de pré-aquecimento

9.2 - Equipamento do circuito de água

9.3 - Pressões e temperaturas de funcionamento

10.1 - Circuito de refrigeração

10.2 - Equipamento do circuito

10.3 - Pressões e temperaturas de funcionamento

11.1 - Circuito de ar de arranque

11.2 - Equipamento do circuito de ar

12.1 - Arranque normal e paragem do motor

12.2 - Bloqueio de alarmes

12.3 - Paragem automática de emergência por sobrevelocidade

12.4 - Virador

13.1 - Recuperações térmicas

13.2 - Circuitos de vapor

13.3 - Circuitos de água de alimentação

14.1 - Reconhecimento exterior dos motores

16.1 - Aparelhos de medida e unidades de medida

19.1 - Corrente contínua

- Circuito eléctrico

- Potencial / intensidade de corrente / resistência

- Leis de Ohm e de Joule

- Potência / energia / contadores de energia

19.2 - Corrente alternada

- Características e equação matemática

- Velocidade angular / frequência

- Sistemas monofásicos /trifásicos

- Potência / energia / factor de potência

- Contadores de energia

20.1 - Motor assíncrono

20.2 - Motor / Gerador síncrono

20.3 - Transformadores

20.4 - Sincronização

21.1 - Simbologia

21.2 - Interpretação e familiarização

22.1 - Classes de precisão / erros de medida

22.2 - Indicadores de medida / escalas / erros de leitura

22.3 - Multímetros e sua utilização

23.1 - Carregadores de baterias

23.2 - Tipos de baterias

23.3 - Manutenção

24.1 - Baixa tensão

- Identificação de componentes

- Pesquisa de avarias

- Manutenção

24.2 - Média Tensão

- Operação

- Manutenção e segurança

25.1 - Rede eléctrica

25.2 - Interligação

25.3 - Protecções

25.4 - Configuração típica

25.5 - Tele-informação e telecomando

25.6 - Sistema tarifário


Curso de Formação de Electricistas (B.T.)


OBJECTIVOS:

  • Formação de Electricistas (B.T.)
  • Preparação para o exame de electricistas (B.T.)

DESTINATÁRIOS:

  • Candidatos a electricistas (B.T.)
  • Jovens e adultos à procura de 1º emprego, desempregados de curta e longa duração
  • Ativos empregados
  • Não é condição ter experiência Profissional
HABILITAÇÕES LITERÁRIAS:

Escolaridade obrigatória (determina-se em função da data de nascimento, nos seguintes termos):

Data de nascimento Escolaridade obrigatória
Até 31/12/1966 4 anos de escolaridade
Entre 1/1/1967 e 31/12/1980 6 anos de escolaridade
Entre 1/1/1981 e 31/12/1994 9 anos de escolaridade
A partir de 31/12/1994 12 anos de escolaridade
DURAÇÃO: (em horas):
TEÓRICA PRÁTICA TOTAL
Geral Técnica Simulada P Trabalho
60
  43 15 2

LOCAIS:
A definir

HORÁRIOS:
A definir

INSCRIÇÃO:

  • Sócios: 500,00€ (IVA regime de isenção)

    No caso de Factura/Recibo em nome da empresa acresce IVA à taxa legal em vigor

  • Não sócios: 650,00€ + IVA

PARTE I – ELECTRICIDADE GERAL

1.1 Estrutura Atómica da Matéria

1.2 Condutores e Isoladores

1.3 Campo Eléctrico

1.4 Potencial Eléctrico

2.1 Corrente Contínua

2.1.1 Sentido da Corrente Eléctrica

2.1.2 Resistência

2.2 Lei de OHM

2.3 Lei de Joule

2.3.1 Efeito de Joule

2.4 Circuitos Eléctricos

2.4.1 Associação de Resistências

2.5 Unidades do S.I.

2.6 Corrente Alternada

2.6.1 Corrente Alternada Sinusoidal

2.6.2 Produção de Corrente Alternada Sinusoidal

2.7 Força Electro Motriz

2.8 Valor Instantâneo da C.A.

2.8.1 Valor Eficaz da C.A.

2.9 Unidades do S.I.

3.1 Campo Magnético

3.2 Força Electromagnética

3.2.1 Campo Electromagnético

3.3 Indução Electromagnética

3.4 Unidades do S.I.

4.1 Definições das Grandezas Eléctricas

4.2 Medição das Grandezas Eléctricas

5.1 Alternador

5.2 Motor de Corrente Alternada

5.3 Transformador Estático

5.4 Conversão de C.A. em C.C.

6.1 Produção

6.2 Linhas de Transporte

6.3 Subestações

6.4 Postos de Transformação

PARTE II – FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM B.T.

1.1 Condutores

1.2 Aparelhos de Ligação, Corte, Comando e Protecção

1.3 Quadros Eléctricos

2.1 Canalizações

2.2 Consoante o ambiente do local

2.3 Consoante a utilização do local

3.1 Sobrecargas

3.2 Sobreintensidades

3.3 Aparelhos de Utilização

3.4 Sobretensões

4.1 Contactos Directos

4.2 Contactos Indirectos

4.3 Regimes de Neutro

4.4 Classes de Isolamento

4.5 Condutores de Protecção e Continuidade

5.1 Esquemas Eléctricos

5.2 Simbologia



 
 Curso de Fogueiros
 Curso de Cogeração
 Curso de Eletricista

(*) Todos os campos são de preenchimento obrigatório.